Querendo descansar, passar os dias frios com alguma graça e fugir dos roteiros da montanha “bombados” nesta época? Santo Antonio do Pinhal, na Serra da Mantiqueira SP, é uma excelente opção.
A cidade é um mimo, muito pequenina, mas cheia de cantinhos interessantes para uma meditação, prática de yoga, atividades físicas ao ar livre e boa alimentação. Se quiser um pouco de adrenalina, pode ir para lá também!

Uma boa caminhada pela pequenas estradas de terra que cercam a cidade é uma ótima pedida para depois do café da manhã. Além do delicioso aroma dos pinheiros, você vai encontrar surpresas como o Atelier do Morito, que constrói verdadeiras obras de arte em forma de móveis. Os valores à altura da arte e a beleza que encanta a alma!



Seguindo mais adiante, a Casa da Mata está em um pequeno sítio que produz nossa adorada iguaria: os Shitakes. Antes cultivados em madeira, hoje brotam em compostos repletos de nutrientes incluindo farelo de trigo. Lá você encontra também outras conservas e compotas, como a de laranja com cardamomo. Nham! Vale lembrar que o Shitake é super rico em proteínas e o sementinha de cardamomo ajuda a aquecer o corpo e aliviar os gases.
No circuito das artes, mais uma estrelinha no meu coração: as peças do JP Ecodesign. Poderia jurar que são de madeira, mas a matéria prima é de papelão, montado e tratado para ter uma super resistência e aspecto de madeira. Super bom gosto, no design e na sustentabilidade!


Contrariando a presença das trutas no cardápio, optamos no almoço pelo restaurante D’Árabia, onde encontrei charuto de folha uva vegetariano recheado de grão de bico (delícia que eu não comia há anos), o kebab de legumes e esfiha de ricota! E como ninguém é de ferro, não dá para passar pela atmosfera da montanha sem um BELO chocolate quente. A pequena e delicada “das Senhoritas” é a loja ideal para este deleite. Trufinhas, Petit Fours e alfajores estão por lá também! A turma toda!!

Fim de tarde subimos o Pico Agudo, de onde saltam os parapentes de 1700m de altitude. Se você não se animar a esta façanha, aproveite o momento para contemplar a paisagem bem pertinho de Deus!
O jantar foi no melhor restaurante da cidade: O Canto da Gula! Todos os pratos aguçam a vontade de comer e de voltar! Ponto alto na sobremesa “falso mousse de chocolate”, com uma massa bem leve e menos gordurosa que o mousse tradicional, acompanhada de uvas geladas. A parede decorada com a coleção de Santo Antônios mostra o charme ao som de jazz deste “bistrosin da montanha”.


Para fechar esta breve viagem de relax com um clima romântico, curtimos a manhã seguinte tomando um chá na varanda da pousada e lendo um livro. Na sequência, recebi da terapeuta Lucilia Prado uma massagem super relaxante. Dá pra querer mais? ;-)

Passo o contato da terapeuta para quem estiver na região:
Lucilia Prado – (12) 9175.1946 – [email protected]
A pousada em que ficamos foi a intimista Vinhas do Pinhal. Linda!

Boa viagem!

  • Paris – Depois do Louvre… Olá queridos, Depois de um período de férias, estou de volta para mais dicas de bem estar, alimentação saudável e práticas ligadas à expansão da consciência. Se você ainda acha que […]
  • Barcelona – La Pedrera e o banho turco: Hamam Barcelona não é um lugar descritível em palavras. A capital da Catalunha, na Espanha, exala charme, história e arte por todos os cantos. Desde os desenhos de Gaudi até o topless na […]
  • Vale do Matutu – parte I – Oca Soma Olá queridos, Hoje vamos falar da rota alternativa que adotei para este feriado de Carnaval, onde a grande maioria de brasileiros prefere a praia e/ou as agitações que acontecem em […]
  • Paris – Do Beaubourg à Bastilha Paris tem muitos caminhos charmosos e os deleites sensoriais estão por toda parte. Mas este post tem valor especial, pois o trajeto a seguir cruza o bairro mais lindo da cidade na […]