7979360698_7732476e94_b
Novas tecnologias e a arte podem ajudar a transformar a realidade urbana. Hoje vamos falar de grafite, uma das minhas preferidas intervenções. Uma arte capaz de trazer vida a “empenas cegas” de edifícios, muros abandonados e muitos outros elementos urbanos que por vezes a arquitetura negligenciou.

Melhor ainda se a arte estiver engajada com a questão da sustentabilidade, não é? Aqui você verá que não é só a poluição visual que os grafites podem ajudar a melhorar na cidade.

O artista italiano Andreco grafitou árvores de 18 metros de altura nas laterais dos edifícios de Bolonha e Turim, na Italia, e as chamou de Philosophical Trees. A tinta utilizada nestas árvores absorve monóxido de nitrogênio (poluição) da atmosfera ao entrar em contato com a radiação solar, por meio de um processo chamado fotocatálise.

7979363164_b246e59f40_z7979368596_6b94881a18_z
A pintura chama atenção para a falta de verde nos grandes centros

Segundo Andreco, cada metro quadrado da pintura corresponde a menos oito carros nas ruas. A iniciativa faz parte do projeto Frontier, que destaca a importância da arte urbana para a sociedade.

Fonte: Vida Simples

  • Canteiros coletivos Ja vi aqui mesmo em São Paulo, algumas praças que viraram pomares, viveiros de flores e belos projetos paisagisticos. Algumas vezes, empresas privadas até participam do processo e […]
  • Arte de rua que muda o mundo Talvez você ainda não tenha pensado que a arte de rua pode mudar o mundo, mas é através de diferentes intervenções artísticas que algumas pessoas fazem uma verdadeira revolução. É […]
  • Floresta no Apê O empreendimento italiano Bosco Verticale (Floresta Vertical), em construção em pleno centro da superpoluída Milão, traz uma proposta arrojada para solucionar alguns problemas […]
  • Revitalização de fábrica abandonada faz nascer uma praça “Antigo Espaço Novo” é o título da tese que defendi no trabalho de graduação da faculdade de arquitetura. Lá se vai mais de uma década e a ideia nunca me saiu da cabeça nem do coração. […]