amor
Anahata significa o Som Místico e este Chakra é assim chamado porque se diz que a concentração neste centro permite escutar o som primordial que surge sem o choque de dois objetos. É também denominado Chakra Cardíaco e está relacionado ao nível afetivo, caracterizando-se pelas noções de relacionamento e simpatia.

Está localizado na região do esterno (centro do peito), correspondendo à glândula endócrina Timo e ao plexo nervoso cardíaco e pulmonar. Representa alegria, autoridade, visão de Deus ( pessoal ) e unidade de vida e do “Eu”, produzindo uma personalidade compreensiva, generosa e altruísta. Quando mal energizado, o Anahata produz uma personalidade egoísta e orgulhosa.

No caso da hipoenergização do Chakra, a pessoa tende a vivenciar sentimentos de angústia e desespero ao mobilizar a região do peito, apresentando ódio, ciúme, amargura, dificuldade de perdoar e um grande medo de “seguir o coração”.

chakra-cardiaco

Em hipereregização, a atitude se torna inflada, muitas vezes acompanhada pela perda dos aspectos mais suaves da personalidade, tais como os sentimentos. A pessoa acredita ser auto suficiente mas possue uma séria dificuldade de chorar, aceitar ajuda, manifestar seu próprios e verdadeiros sentimentos. Na maioria das vezes, o excesso de energia nessa região se dá em detrimento de outros centros como o Manipura, o Swadhisthana e o Muladhara Chakra.

A energização inadequada deste Chakra resulta em distúrbios da mobilidade da caixa torácica, o que influencia na respiração e pode levar a uma diminuição da capacidade respiratória ou a uma alteração de freqüência respiratória, onde encontramos a bronquite asmática, tuberculose e pneumonia, além de distúrbios cardíacos. Pode também gerar limitação nos movimentos dos ombros, na mobilidade dos braços e mãos, incluindo artrites, artroses e tendinites. Quanto às mamas, podemos somatizar mastites, displasias e tumores.

mapa-chakras