nenem
Hoje eu trago a vocês uma amostra de Baby Yoga, campanha da Libero (uma empresa produtora de fraldas descartáveis), que, com um bebê como professor, mostra como nós perdemos a leveza e a doçura do neném e das crianças de um modo geral. Se trata de um neném que da aula com movimentações corporais muito parecidas com posturas do yoga para um público bem misto de adultos observadores. O que obviamente é um resgate interior para o nosso lado mais criança. A reflexão leva para o que nós perdemos, a doçura, a elasticidade, a ingenuidade, a surpresa e o lado observador.

A campanha acabou não sendo tão boa, ou não passando a informação da forma como eles queriam, mas as imagens são lindas, confiram:


A frase que aparece no fim significa: “Nossa fralda sempre com mais elasticidade”

Complemento com uma frase de Carl Jung sobre a criança interior, do qual em seu trabalho ele descreve muito bem em o arquétipo da criança:

Em todo adulto espreita uma criança – uma criança eterna, algo que está sempre vindo a ser, que nunca está completo, e que solicita, atenção e educação incessantes. Essa é a parte da personalidade humana que quer desenvolver-se e tornar-se completa.
Carl Gustav Jung psquiatra suiço (1875-1961)