Woman on scales

Bom, amigos. Já falamos muitas vezes aqui no blog que o equilíbrio e o bom senso é quase sempre a melhor solução para nossas questões, não é? Especialmente no caso da alimentação.

Particularmente, não acredito em dietas radicais de curto prazo. Sou aquela chata que vai repetir: “melhor mesmo é a reeducação alimentar!” Mas o fato é que muitas dessas dietas têm efeitos colaterais importantes no organismo e outras delas simplesmente não têm fundamentos científicos.

Hoje foi publicado na UOL que um estudo revelou que a DIETA DO TIPO SANGUÍNEO não tem fundamento. Leia um trecho da matéria:

Pesquisadores da Universidade de Toronto, no Canadá, descobriram que a teoria por trás da dieta do tipo sanguíneo – que afirma que as necessidades nutricionais de cada indivíduo variam de acordo com tipo de sangue – não é válida. Os resultados do estudo foram publicados na revista científica PLoS One.

“Com base nos dados de 1.455 participantes do estudo, não encontramos nenhuma evidência que apoie a teoria da dieta do tipo sanguíneo”, afirmou o coordenador da pesquisa, Ahmed El-Sohemy, professor associado e diretor de pesquisa em Nutrigenômica da Universidade de Toronto.

“A maneira de um indivíduo reagir a qualquer uma das dietas não tem qualquer relação com o seu tipo de sangue, mas sim com a sua capacidade de manter uma alimentação sensivelmente vegetariana ou pobre em carboidratos”, explica El-Sohemy.

No ano passado, uma revisão abrangente, publicada no American Journal of Clinical Nutrition, não encontrou nenhuma evidência para apoiar a dieta do tipo sanguíneo, e demandou estudos científicos devidamente projetados para lidar com isso.

El-Sohemy aponta que a anterior falta de evidência científica não significa que as dietas não funcionam. “Não havia nenhuma evidência, de uma forma ou de outra. Era uma hipótese intrigante e sendo assim sentimos que devíamos colocá-la à prova. Agora estamos confiantes em dizer que a hipótese da dieta do tipo sanguíneo é falsa”.

Repetindo, é provável que o indivíduo perca peso durante a dieta, seja ela do tipo sanguíneo ou tantas outras. Mas será que ele conseguirá manter o baixo peso e a saúde de seu corpo no longo prazo? Melhor é entender as necessidades específicas do seu corpo para manter bem estar e longevidade.

#FIQUE DE OLHO