Burning incense

Nós, praticantes e/ou profissionais do Yoga, nos acostumamos a presença marcante dos incensos, uma herança do povo indiano e suas tradições antigas. Mas você sabe a verdadeira simbologia do incenso?

Para várias culturas, o incenso é um elo com o sagrado, com o divino e a transcendência. Podemos dizer que seu uso é quase tão antigo quanto a humanidade.

Como oferenda, possui duas funções: a de agradar e homenagear os deuses e a de fazer os pedidos chegarem mais “rápido” até eles. Segundo o livro ‘Incenso – Preparo, Uso e Significado Ritual’ (ed. Hemus), “povos primitivos estabeleciam contato com o divino através da fumaça oriunda da queima de ervas e madeiras aromáticas que se elevavam até os céus”.

A civilização egípcia foi a primeira a registrar seu emprego com a intensão de afugentar maus espíritos e homenagear seus deuses. Mais adiante, na Bíblia, o incenso aparece como um dos presentes levados pelos três reis magos a Jesus. Assim como o ouro, os perfumes e incensos eram ofertados por serem caros e precisos.

Símbolo do desapego e da purificação

No budismo tibetano, o incenso é o símbolo da generosidade de do desprendimento. O incenso também deixa o ambiente agradável, livre de energias negativas. Seu caráter purificador também é utilizado pelos mulçumanos. No Islã, as pessoas têm o hábito de acender o incenso às sextas-feiras, que é um dia sagrado. “Pode-se recitar uma surata (capítulo do Alcorão) e pedir a Deus para que ele purifique a casa”, diz Najla Kamel, professora de cultura árabe na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Mas foi na Índia que o incenso ganhou a forma atual, uma mistura de ervas e resina sobre a vareta. Da Índia, o berço do hinduísmo e do budismo, o incenso se alastrou pelo Oriente na medida em que essas religiões ganharam território. No zen-budismo, o incenso marca o tempo da meditação. Ele ajuda a criar harmonia e pode ser visto como um símbolo da impermanência.

Por todos esses motivos, incensos não faltam aqui em casa!!

O que mais uso é o Nag Champa Super Hit (abaixo)

super_hit

Ou uma versão mais conhecida e fácil de encontrar do Nag Champa:

nag champa

Mas nesta virada de ano, estou usando um presente da querida aluna e parceira Rose Koraicho: incenso de Manjericão, da Flor de Lótus. Muito bom!!!!

incenso

Minha dica é que você escolha um incenso de boa procedência. Muitas vezes eles não são os mais baratos, mas garantem que a resina queimada não seja tóxica para o ambiente. Mantenha alguma distância da fumaça quando acendê-lo, para não inalar diretamente. Pode passa-lo por toda casa, entoando as boas vibrações que você deseja para o ano. Um pequeno ritual particular que não depende de religião, apenas das suas boas intenções. ;-)

Namaste!