1458624_563508283718261_2098315182_n

A musa Marilyn Monroe praticou yoga como fonte de saúde e beleza durante mais de uma década, e sua professora não foi ninguém menos que Indra Devi.

Indra Devi foi (e ainda é) uma figura muito respeitada no meio do Yoga, por ter sido a primeira mulher estrangeira aceita na escola do mestre Krishnamacharya, mesma escola de B.K.S. Iyengar, Pattabhi Jois, Desikashar, entre outros grandes. De origem russa, Eugenie V. Peterson (que adotou posteriormente Indra Devi) fascinou-se pela Índia ao ler um livro do grande poeta Rabindranath Tagore e outro de yoga do Yogi Ramacharaka. Mudou-se para lá em 1927 e saiu apenas em 1939, quando já formada professora abriu uma escola de yoga em Shangai. Com a morte de seu marido, Indra Devi muda radicalmente de vida e em 1948 abre uma escola em Hollywood, Los Angeles, California (EUA).

São deste ano as primeiras fotos de Marilyn em posturas de yoga que ficaram mundialmente famosas, pois a atriz passou a praticar na escola de Devi.

yogibombshell

Sabe-se que Marilyn praticou com Indra Devi até 1960 mas não exatamente com que frequência praticava e se o fazia com outros propósitos além dos resultados estéticos.

Marilyn-Monroe-Boat-pose-NavasanaMarilyn-Monroe-Halasana-Plow-PoseMarilyn-Monroe-Headstand-Shirsasana-VII

O fato é que, no final da década de 60, Monroe já estava viciada em remédios para dormir, passando por uma separação e, a partir de 60 sabe-se que estava viciada em álcool também, com a saúde sensivelmente debilitada. Em 1962, a atriz morreu envenenada, sob condições não esclarecidas de suicídio ou assassinato. Foi relatado que o presidente Kennedy foi a última pessoa a falar com Marilyn. Os dois tiveram um notório caso durante alguns anos.

Indra Devi além de ensinar as posturas e técnicas de respiração do yoga para Marilyn Monroe, ensinou também Greta Garbo entre outras atrizes de cinema famosas na época. Esta é uma parte muito interessante da história do yoga moderno, uma vez que Indra Devi e Marilyn Monroe entre tantos outros professores e praticantes, ajudaram ao longo do século XX a dissiminar a Yoga pelo mundo ocidental, e trazer a nós a possibilidade desta prática nos dias de hoje.

Depois de abrir um centro no México em 1960, Indra Devi mudou-se para a Argentina já em 1982, tornando-se em 87 a presidente de honra da Federação Internacional de Yoga. Faleceu em Buenos Aires, aos 102 anos.