palestina 1

Que o yoga transcende todos os limites de idade, raça, sexo e religião, os leitores deste blog já estão cansados de saber. O grande objetivo desta prática é encontrar equilíbrio e paz interior para viver plenamente o momento presente.

Foi com esta finalidade que um grupo de mulheres palestinas adotou as aulas regulares e o desafiador exercício de superar o estresse de se viver em uma zona de conflito como é a Palestina.

Em Zatara, uma pequena cidade nos arredores de Bethlehem, onde qualquer prática esportiva para mulheres é bastante incomum, as aulas de yoga começaram devagar mas têm crescido em popularidade até 05 aulas por semana. As estudantes (todas do sexo feminino) consideram a prática “parte uma terapia física e psíquica, parte uma meditação espiritual e parte o empoderamento feminino.”

palestina 3palestina 5palestina 2palestina 4

Algumas vezes a prática ultrapassa os limites da classe e acontece nas colinas. E isso nos mostra que quando as pessoas estão comprometidas no exercício da compaixão e do autoaperfeiçoamento, não há barreiras para se conectar com a paz. ;-)

Fonte: The Wall Street Journal
Imagens de Tanya Habjouqa