yoga nova iorque

O crescimento do yoga no Brasil e no mundo se deve a alguns fatores históricos importantes.

Mexendo nos textos de minha biblioteca, achei algumas entrevistas que dei a diferentes jornalistas estes anos. Muitas perguntas são dúvidas gerais do público, por isso achei que valia a pena ir postando… aos pouquinhos, para podermos apreciar, como bons tântricos! rs

Segue pergunta do querido Eduardo Diório, jornalista do Estadão:

Nos últimos anos, houve um boom de yoga no Brasil e também no mundo. Com a popularização, você acredita que a essência da prática se perdeu? E por que acha que as pessoas passaram a procurar a yoga como terapia alternativa?

O yoga passou por um período bastante conturbado após as invasões mulçumana e britânica à Índia. Estas novas culturas de maneira geral perseguiram os praticantes de yoga, que nesta época representavam uma classe bem seletiva e não a massa dos indianos como um todo. Assim como as invasões, a Revolução Industrial e o avanço da ciência ocidental alteraram de maneira definitiva todos os fundamentos da sociedade indiana. Com isso, no início do século XX, há um ressurgimento do interesse pelo yoga, que até este momento estava em grande parte confinado aos ashrams, os centros retirados para prática. Foi também o período de revolução do yoga, pois além das aulas passarem a ser abertas ao público, eram ministradas por pessoas casadas, com vida “normal” (como Sri Yogendra), que visavam trazer o Yoga para as massas como um veículo para a transformação pessoal e social.

Hatha yoga

O hatha yoga (forma mais comum de prática no Ocidente onde o praticante trabalha com vigor o corpo físico além do mental e espiritual), cresceu amplamente na nossa sociedade por trazer resultados bastante palpáveis e, sob a perspectiva ocidental, o real é aquilo que pode ser de fato visto e sentido. Isso demonstra sua importância e conveniência para nossa cultura.

Portanto não podemos dizer que a essência do yoga se perdeu, apenas está adaptada aos olhos dos tempos modernos. A grande procura pelo yoga denota que as pessoas buscam transformação de uma maneira geral, algo que alivie as crescentes pressões da vida urbana.

Como diria o professor Joseph Le Page, “quem sabe esta onda de interesse no yoga “físico” possa se transformar em uma visão do corpo como veículo para descobrir experimentalmente o que está além do corpo e da mente.”