montagem2
Este blog é o meu porta jóias, que abro a vocês com o intuito de inspirá-los a abrir a mente.

“Abrir a mente” trata-se principalmente de quebrar paradigmas. Quando você tem certeza de que um objeto tem uma determinada função, você pode estar muito enganado sobre isso. Os pensamentos são mais duros que os próprios objetos.

O mantra budista diz: “Om mane padme hum” – Eu saúdo a jóia do lótus. A mente endurecida diria: “Mas que jóia é esta se o lótus é só uma flor?”.

A manifestação da consciência na natureza sutil é tudo aquilo que você já possui. Não há felicidade, realização ou bem aventurança a se buscar lá fora, que você já não tenha em si, no seu Ser.

Basta silenciar-se para se ouvir. Neste “silêncio”você encontrará o discernimento para reconhecer suas verdadeiras jóias ao longo do caminho. E que o próprio caminho já é a jóia em si.

Na imagem acima o porta jóias que ganhei da minha querida Rose Koraicho, que a partir deste mês será nossa colaboradora aqui no blog, trazendo seus dotes de chef para nossas páginas naturais.
No meu porta jóias, a magia dos óleos essenciais! ;-)